Avaliação – JAC J2 1.4 2013

Fotos: Marcus Lauria

Desde que chegou ao mercado brasileiro a JAC Motors vem se destacando bastante, oferecendo carros completíssimos e com preços bastante atrativos, e com este compacto da marca não seria diferente. O pequeno, apesar do pouco tempo de mercado, já conquistou o posto de chinês mais vendido no Brasil em 2013.

Os veículos chineses vem numa crescente constante no que diz respeito à qualidade, e isso é visível no J2, que vem de fábrica com todos os principais itens de segurança e conforto, proporcionando um carro gostoso de dirigir e bastante confiável, tanto na estrada quanto no uso urbano.

Dotado de design que divide opiniões, que particularmente acho muito charmoso, com linhas arrojadas e um ar de esportividade, conta com inúmeras opções de customização, que vão desde as 7 opções de cor (branco, grená, preto, prata, cinza, vermelho e laranja), passando por opções de rodas, aplicação de faixas e indo até coloração diferenciada no teto e retrovisores.

Analisando seu interior, vemos um carro com bom acabamento em um aspecto geral, desde o painel até o estofamento, deixando um pouco a desejar na qualidade dos plásticos alicados nas portas e painel. Porém, tendo em vista o capricho exibido na estética exterior, merecia uma valorização um pouco melhor no acabamento interno, afim de deixar mais compatível e harmonioso o conjunto.

O espaço interno permite conforto aos seus ocupantes, uma vez que o projeto desfavoreceu a área do porta-malas, com apenas 121 litros, em virtude do ganho de um pouco mais de espaço para os passageiros e o próprio motorista. Com meu 1,95 m de altura, me senti à vontade no pequeno chinês, com bom espaço para as pernas, sem apertar muito o passageiro atrás de mim, além de contar com diversas possibilidades de ajustes de banco e volante até chegar ao encaixe ideal. Um ponto interessante é que o painel de instrumentos se movimenta junto ao volante, no caso de ajuste de altura do mesmo, além de ser bonito e oferecer fácil leitura.

Equipado com um motor 1.4 16V que trabalha em conjunto com um câmbio de 5 marchas, o J2 se mostra bastante valente, mas depende de trabalho em rotações mais altas para aflorar os 108 cv de potência, a 6000 RPM, e torque de 14,07 kgf·m, a 4500 RPM. Bom de acelerar chega com facilidade aos 160 km/h, podendo alcançar velocidade final próxima dos 190 km/h, mas sua direção elétrica muito leve pode deixar o motorista um pouco inseguro em velocidades tão altas. O nível de ruído interno é baixo, aparecendo um pouco apenas em rotações mais altas.

Em um mercado onde a tecnologia flex ganha cada vez mais espaço, o J2 conta apenas com motor a gasolina, o que acaba sendo um ponto negativo, mas proporciona um bom consumo, uma vez que nos testes rendeu médias de 15,8 km/l na estrada e 12,1 km/l na cidade. Seu tanque comporta 35 litros, proporcionando uma boa autonomia.

A segurança embarcada no compacto é admirável, contando com duplo airbag e sistema de freio ABS com EBD, que nos testes tive a oportunidade de acionar ao extremo e percebi plena eficiência, com paradas firmes e com distância muito pequena até a parada completa.

Vale citar também a presença de sistema de som em CD e MP3 player, com entrada micro-USB, sensor traseiro de estacionamento, sistema de travamento automático das portas, chave com controle remoto, conjunto elétrico (vidros, travas e retrovisores) e rodas de liva leve, todos itens de série.

Durante os dias de avaliação, nas esburacadas ruas do Rio de Janeiro, o sistema de suspensão funcionou muito bem, absorvendo com tranquilidade as irregularidades do solo e proporcionando conforto aos ocupantes. E especialmente na estrada destaco a segurança que proporciona nas curvas, mesmo em velocidades mais elevadas.

Custando R$ 31.990,00, o carrinho é sem dúvida uma excelente compra para quem procura um compacto e cheio de atributos a oferecer, ideal para o dia a dia urbano. Contando também com 6 anos de garantia oferecidos pela JAC Motors.

CONTINUA NA PÁGINA 2