Avaliação – Triumph Bonneville T100

Fotos: Eduardo Azeredo

À primeira vista muitos acham que se trata de uma moto antiga e muito bem conservada, quando na realidade estamos falando de uma moto atual e um dos grandes ícones da montadora inglesa no mercado.

Lançada em 1959 e sempre mantida na linha de produção da Triumph, a Bonneville vem evoluindo bastante com o passar dos seus longos anos de existência, mas sempre mantendo o estilo das motos clássicas de sua época.

Sua mecânica foge um pouco dos tradicionais motores de 3 cilindros, um padrão da marca, e é dotada de um bicilíndrico com cilindrada de 865 cm³, refrigerado a ar e com injeção eletrônica, gerando 68 cv de potência a 7500 RPM e 6,93 kgf.m de torque a 5.800 RPM.

Um motor com comportamento surpreendente, oferecendo uma entrega de potência de forma suave e gradativa, mas com respostas rápidas e praticamente sem vibração.

O câmbio é de 5 marchas, com trocas precisas apesar da embreagem um pouquinho dura, mas bastante alongado, e permite trabalhar bem o giro do motor.

O desempenho é impressionante, permitindo superar com facilidade os 160 km/h e atingir velocidades próximas dos 200 km/h. Mas a frenagem fica garantida, com precisão e equilíbrio, pelo sistema de freios é Nissin, com disco único na dianteira e na traseira.

No uso urbano apresentou bom consumo, com média de 16,6 km/l. Na estrada, andando forte fez 13,1 km/l, mas em velocidade cruzeiro, chegou a render 21,2 km/l, que associados aos 16 litros de capacidade do tanque proporcionam boa autonomia em viagens.

Falando em uso urbano, a moto se saiu muito bem no trânsito da cidade, mesmo pesando 230 quilos, graças a sua ciclística refinada e precisa, que a torna muito fácil de pilotar e surpreendentemente ágil.

A ergonomia é fantástica, proporcionando ótima posição e muito conforto pra piloto e garupa. Dependendo do perfil do piloto, o banco, apesar de grande, pode incomodar um pouco por ser totalmente plano.

O painel de instrumentos segue o estilo “retrô”, é simples, com velocímetro e conta-giros analógicos, contando apenas um display digital que alterna hodômetro total e parcial, e relógio, mas o velocímetro enfatiza a marcação em milhas por hora, e a leitura em quilômetros por hora fica dificultada, pelas letras muito pequenas, o que para nós no Brasil é um fator muito ruim.

A performance em curvas foi um fator que sinceramente me pegou de surpresa, pois não esperava um rendimento tão bom, tolerando um limite de inclinação bem avançado, e isso se deve também ao bom conjunto de suspensão que oferece bastante precisão e conforto.

Confesso que sou um grande admirador das motos clássicas das décadas de 60/70 e pilotar a Triumph Bonneville me proporcionou uma experiência incrível, uma viagem no tempo, oferecendo total conforto e segurança.

O preço sugerido é de R$ 29.900,00 e o feliz proprietário pode escolher entre as cores branca com vermelha e preta com grafite. A moto é uma delícia de pilotar e um convite requintado a curtir, sem pressa, os prazeres de uma boa estrada.

Confira a avaliação no programa Duas Rodas News: https://www.youtube.com/watch?v=71QSfpr_9xI

Fonte: Duas Rodas News – www.duasrodasnews.com.br

FICHA TÉCNICA:

Motor e transmissão
tipo: Air-cooled, DOHC, parallel-twin, 360º firing interval
capacidade: 865cc
diâmetro: 90mm
golpe: 68mm
sistema: Multipoint sequential electronic fuel injection with SAI
escape: Stainless steel headers, twin chromed silencers.
transmissão final: X ring chain
embreagem: Wet, multi-plate
caixa de câmbio: 5-speed
capacidade de óleo: 4.5L

Sistema de transmissão e painéis do chassi
quadro: Tubular steel cradle
braço oscilante: Twin-sided, tubular steel
Rodas dianteiras: 36-spoke 19 x 2.5in
Rodas traseiras: 40-spoke 17 x 3.5in
Pneus dianteiros: 100/90 R19
Pneus traseiros: 130/80 R17
Suspensão dianteira: KYB 41mm forks, 120mm travel
Suspensão traseira: KYB chromed spring twin shocks with adjustable preload, 106mm rear wheel travel
freios, dianteiros: Single 310mm disc, Nissin 2-piston floating caliper
freios, traseiros: Single 255mm disc, Nissin 2-piston floating caliper

Dimensões e capacidades
comprimento: 2230mm
largura do guidão: 740mm
altura sem espelho: 1100mm
altura do Assento: 775mm
distância entre eixos: 1500mm
ancinho: 28º
trilha: 110mm
capacidade do tanque:16l
peso líquido: 230 kilos

Performance
potência Máx. EC: 68 cv @ 7500 RPM
torque Máx.: 6,93 kgf.m @ 5800 RPM

*Dados do fabricante