Coluna #Trânsito e Vidas por Mario Divo | Um belo exemplo para o mundo!

Um belo exemplo para o mundo!

Muito se fala sobre as dificuldades que o setor público brasileiro tem de gerenciar adequadamente a política e a infraestrutura viária, dada a enorme extensão territorial e a diversidade cultural e geográfica do país.  Porém, como um belo contraexemplo de que sempre é possível avançar nessa matéria, a comunidade internacional tem elogiado a atuação do governo da Índia pelos resultados que vem alcançando, nos últimos anos.

Durante recente evento temático realizado em Mumbai, especialistas internacionais elogiaram o compromisso do governo com a aprovação de uma nova legislação sobre segurança rodoviária, mais rígida e adequada ao contexto atual. Os profissionais do setor  concordaram que isso representa uma conquista significativa para haver estradas mais seguras, em vários aspectos, ao mesmo tempo em que destacaram lacunas específicas que ainda precisam ser abordadas para ajustá-las às melhores práticas internacionais.

Foi muito enfatizado que o reforço das disposições relativas ao comportamento dos usuários de estradas contribuirá para a redução das mortes e feridos no tráfego rodoviário, na Índia. Houve efetivo elogio para a inovação do governo indiano no enfrentamento do problema dos acidentes de trânsito e suas consequências, vendo como encorajador a aplicação dos padrões de testes de colisão da ONU aos novos modelos e a todos os carros em produção, a partir de outubro de 2018. Também foi citada a nova exigência de freios antibloqueio em motocicletas, e a expectativa da obrigatoriedade do controle de estabilidade eletrônico para carros novos, ônibus e caminhões, até 2020.

Atualmente, além da perda de vidas humanas e do trauma gerado para as vítimas, com impacto nas famílias, os acidentes rodoviários resultam em perda anual estimada de 3% do PIB. A nova legislação, bem mais rígida, corrigirá lacunas ainda existentes no quadro normativo que rege a segurança rodoviária no país, e será um grande passo no sentido da redução da sinistralidade na Índia, pela metade, até 2020. Vale lembrar, esse é um compromisso que também tem a adesão do Governo Brasileiro, conforme conclusões da Segunda Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito, realizada em Brasília pela ONU, em 2015 (leia aqui: www.itamaraty.gov.br/pt-BR/notas-a-imprensa/12508-segunda-conferencia-global-de-alto-nivel-sobre-seguranca-no-transito).

Mario Divo é o Diretor Executivo do ACBr – Automóvel Clube Brasileiro e também é o Clube Correspondente da FIA – Federação Internacional do Automóvel