PRIMEIRA VOLTA – Honda CR-V Touring 1.5 Turbo 4×4 CVT 2018

Por Marcus Lauria (texto e fotos)

Uma coisa eu tenho certeza nesse segmento automotivo, a Honda sabe fazer SUVs de qualidade e de verdade, ao contrário de muitas marcas que fazem Crossovers por exemplo e chamam de SUVs, ou outros nomes criados pelo pessoal do marketing das montadoras.

Para confirmar isso, basta ver todas as gerações do CR-V, que vem honrando pelo segmento dos SUVs desde sua primeira geração. A quinta geração apresentada para alguns jornalistas automotivos e “instagramers” (sic) no Rio de Janeiro é a maior prova do que relato no primeiro parágrafo.

O Honda CR-V 2018 chega totalmente renovado, mais luxuoso e cheio de tecnologia. O utilitário esportivo mais vendido nos Estados Unidos nos últimos 20 anos apresenta também um novo. Vendido em nosso mercado desde abril deste ano, o SUV vem importado dos Estados Unidos em uma versão única Touring. De acordo com a Honda, o CR-V foi desenvolvido na mesma plataforma de Accord e Civic Geração 10, mas com arquitetura inédita.

O SUV nipônico usa a estrutura de carroceria Advanced Compatibility Engineering (ACE). O design inédito do Honda CR-V mostra um novo rumo do modelo da marca com elementos mais salientes e afilados, faróis estilizados cercados por um conjunto de luzes de rodagem diurna em LED em forma de asa em todos os modelos e para-lamas largos. O longo capô, maior distância entre eixos, curto balanço traseiro e as novas saídas duplas do escapamento são destaque do SUV.

Para maior praticidade, há ainda a disponibilidade, pela primeira vez na Honda, do sistema Hands Free Access Power Tailgate (porta traseira acessível sem uso das mãos), que permite abrir e fechar o porta-malas com um simples movimento do pé para ativar um sensor sob a traseira do veículo.

Sua largura e distância entre eixos maiores favorecem significativamente o espaço interior – o volume total aumentou até 51 litros, o espaço para pernas no banco traseiro aumentou 5,3 centímetros e o comprimento total do compartimento de carga com os bancos traseiros abaixados é 24,8 centímetros maior que no modelo anterior.

A cabine apresenta materiais de boa qualidade, incluindo um novo painel de instrumentos de toque macio e bancos com costuras mais intrincadas. Uma nova tela centralizada de interface TFT colorida para o motorista contribui para a elegante construção do novo design.

O painel de instrumentos digital do CR-V disponibiliza importantes informações sobre o veículo através da Driver Information Interface (DII) posicionada no centro do painel. Controles posicionados do lado esquerdo do volante permitem ao motorista percorrer o mostrador DII através de múltiplas telas de informação. O sistema Maintenance Minder (alerta de manutenção) avisa o motorista sobre necessidades de manutenção através do DII e, caso ocorra um problema no veículo, mostra informações específicas. O display mostra quando trocar o óleo, filtro de ar, fluído da transmissão, velas ou líquido de arrefecimento, assim como quando fazer o rodízio dos pneus.

Informações fundamentais de condução, como velocidade, rotação e marcha adotada, bem como alertas, podem ser visualizados no inédito Head Up Display, que projeta informações coloridas em um elegante visor transparente que se eleva no momento da partida, ajustável de acordo com a altura do condutor, evitando distrações na condução.

O CR-V também disponibiliza o que há de mais recente em conectividade veicular e desempenho acústico, com uma nova geração de avançadas tecnologias. O sistema Display Audio do CR-V é compatível com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto, proporcionando aos clientes integração contínua dos principais itens e funções dos telefones, incluindo a navegação por GPS através dos smartphones e capacidade de consultas através da voz. O sistema conta ainda com GPS nativo, com busca de pontos de interesse e fácil operação.

Com uma tela multitouchscreen de alta resolução é possível acessar as funções do sistema de áudio, bem como ajustes do veículo e do sistema de climatização. A qualidade de áudio é assegurada pela adoção de oito alto falantes distribuídos pelo interior do SUV.

Alguns dos itens de conforto disponíveis no novo Honda CR-V incluem a partida elétrica remota do motor, ar-condicionado digital com duas zonas, com saídas de ar traseiras, freio de estacionamento elétrico (Electric Parking Brake – EPB), com sistema Brake Hold, tomadas USB para recarga na traseira, banco do passageiro com regulagem elétrica de 4 funções e banco do motorista com 8 ajustes elétricos e memória, além do teto solar elétrico.

O sistema Walk Away Auto Lock se tranca automaticamente quando o motorista deixa o veículo, quando a distância do chaveiro até o veículo for maior que 2 metros por 2 segundos e quando nenhuma outra chave for detectada no interior do veículo. Para confirmar que o carro está trancado, é emitido um sinal sonoro e as luzes de emergência piscam.

O CR-V 2018 oferece um espaço para bagagens bem amplo. Com a segunda fileira de assentos dobrada, a área de carga é também 24,9 cm mais longa. Além disso, o rebatimento dos bancos traseiros é feito de forma fácil, com um único movimento.

Quatro anéis de amarração estão instalados nos cantos da área de carga. Uma cobertura retrátil permite ocultar os itens transportados. O assoalho é carpetado para ajudar a proteger a carga durante o transporte e também para reduzir o ruído exterior que entra na cabine. Um painel removível no assoalho oculta o estepe temporário, macaco e chave de roda e duas lâmpadas iluminam a área de carga quando a tampa estiver aberta.

O novo CR-V será oferecido no Brasil com o primeiro motor turbo na história do modelo: o 1,5 litro DOHC com injeção direta e quatro cilindros em linha com duplo controle de tempo de abertura das válvulas (Valve Timing Control – VTC), que proporciona um refinado e ágil desempenho ao longo de toda a sua faixa de operação.  Trata-se da motorização mais potente já oferecido num CR-V. Ele traz potência máxima de 190 cv e 5.600 rpm. O torque máximo é de 24,7 kgf.m, entre 2.000 e 5.000 rpm.

Combinado com a carroceria mais aerodinâmica do CR-V, o novo motor turbo alimentado é conjugado a uma suave e esportiva transmissão continuamente variável (CVT) com lógica de controle Honda G-Shift, oferecendo baixo consumo de combustível e performance superior.

O sistema de tração nas quatro rodas Real Time AWD foi aperfeiçoado. Melhorias na programação e no sistema resultaram num aumento do torque do motor (de até 40%) que pode ser direcionado às rodas traseiras, com base nas condições de rodagem. O resultado é melhor desempenho em condições de baixa aderência, quando a tração integral entra em ação.

Acionando as rodas dianteiras quando necessário, o sistema Real Time AWD passa força instantaneamente para as rodas traseiras nas arrancadas, mesmo em piso seco, trabalhando em cooperação com os sistemas Vehicle Stability Assist (VSA – sistema de estabilidade do veículo) e Motion-Adaptive Electric Power Steering (EPS – direção elétrica adaptada ao movimento).  Quando a transferência de torque para as rodas traseiras não é necessária, como em velocidade constante, o eixo traseiro é desacoplado para reduzir o arrasto.

Elevando a capacidade do novo CR-V como utilitário, a distância até o solo foi aumentada para 20,8 cm – um acréscimo de 3,8 cm – sem mudança do centro de gravidade do veículo. A direção Electric Power Steering (EPS) com duplo pinhão e redução variável também contribui para a sensação de controle direto ao volante do CR-V.

O novo CR-V é equipado com modernas tecnologias de segurança ativa e passiva. Dentre elas, destaque para os sistemas Agile Handling Assist (AHA), o Driver Attention Monitor (Monitoramento de Atenção do Condutor), o Honda LaneWatch, e o Head Up Display. Além disso, a segurança é complementada pela oferta de seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina), sistema ISOFIX de fixação de cadeirinhas, freios ABS com EBD, além do sistema VSA de controle de tração e estabilidade e o TPMS de monitoramento da pressão dos pneus.

O CR-V traz um indicador indireto de pressão dos pneus, que usa a velocidade das rodas coletada pelo sistema de ABS para descobrir se a pressão de um dos pneus caiu abaixo dos valores recomendados. Quando isso ocorre, um alerta é exibido no painel para avisar ao condutor da situação.  O modelo estará disponível em todas as concessionárias Honda. O modelo possui garantia de três anos, sem limite de quilometragem. O preço é salgado, mas como é a versão mais completa, pode-se levar em consideração esses mimos oferecidos pela marca, é necessário disponibilizar R$ 189 mil pelo SUV japonês fabricado nos EUA.

PRIMEIRA VOLTA

Rio de Janeiro/RJ – Logo ao entrar na quinta geração do Honda CR-V é possível notar o quanto ele melhorou em relação a geração anterior, o SUV está mais confortável, com acabamento aprimorado e mais espaçoso. Os materiais como plásticos e couro são de qualidade e agradáveis ao toque.

Ao me posicionar no banco de couro, com regulagem elétrica e colocar a mão no volante também de couro e com todas as regulagens possíveis, pude notar que a Honda não estava ali de brincadeira, a marca realmente investiu pesado no novo CR-V para chamar a atenção entre seus concorrentes.

Em um trajeto de aproximadamente 70 km pelas ruas do Rio de Janeiro, pude perceber um rodar bem macio, suspensão bem firme e que absorve bem os buracos das ruas cariocas e o principal, o silêncio a bordo é impressionante. O motor 1,5 litro DOHC com injeção direta e quatro cilindros em linha traz potência máxima de 190 cv e 5.600 rpm. O torque máximo é de 24,7 kgf.m, entre 2.000 e 5.000 rpm, suficiente para empurrar o CR-V, visto que esse tipo de veículo não foi feito para correr, e sim para levar uma família em segurança, quesito esse que o SUV da Honda tem de sobra. Enfim, apesar do elevado valor, o CR-V cumpre o seu papel de carro familiar e não deve nada a ninguém.

*Evento à convite da Honda do Brasil