Avaliação – Kia Picanto 1.0 12V Automático 2012

Fotos: Marcus Lauria

Após avaliar o novo Kia Picanto na Fazenda Capuava, no interior de São Paulo, no dia 26 de agosto, data de seu lançamento para a imprensa especializada, o CarPoint News teve a oportunidade de testar o renovado modelo da marca coreana por três dias. O modelo foi cedido pela montadora e assim, pude tirar as dúvidas que ficaram no teste na pequena pista em Idaiatuba, onde não foi possível ver seu comportamento no trânsito pesado e nas tarefas do dia-a-dia, como deve ser feito com esse tipo de veículo.

Depois de buscar o novo Picanto 1.0 12V com câmbio automático, no Centro do Rio de Janeiro, fui dar umas voltas pela Cidade Maravilhosa com o pequeno e simpático carrinho. A cor verde abacate da carroceria chamava a atenção de todos por onde passava, não tinha uma pessoa que não deixasse de dar uma olhadinha no novo Picanto. Além de ser uma novidade nas ruas, o carrinho tem linhas modernas e impactantes, que deixaram sua aparência mais robusta, ao contrário da geração anterior, que tinha certo apelo feminino.

A versão avaliada é conhecida pelo código 368, e tem como itens de série airbag, freios a disco ventilados nas rodas dianteiras e tambor nas traseiras, direção elétrica progressiva, ar condicionado manual, rádio com controle no volante (CD Player, MP3, entrada USB e conexão para iPod), controle remoto de travamento das portas, faróis de neblina, vidros elétricos e abertura “onetouch” para o motorista, rodas de liga de 14”, imobilizar, espelho retrovisor externo com acionamento elétrico e setas em LED, odômetro digital com medições parciais e “eco drivingmode”, banco traseiro rebatível e bipartido e revestimento de couro no volante e na alavanca de câmbio e custa R$ 39.900. Com câmbio manual, a mesma versão sai por R$ 34.900 (cód. 318). O novo Picanto está sendo vendido em todas as concessionárias da marca desde o dia 22 de agosto, em quatro versões de acabamento, com transmissões mecânica e automática, a versão topo de linha chega a custar R$ 44.900.

No trânsito pesado do Rio, o novo Picanto se comportou muito bem, por se pequeno, o modelo consegue passar pelas pequenas brechas encontradas entre os carros sem dificuldade, além de ser muito fácil de estacionar, principalmente com a ajuda da direção elétrica, que é bem leve. O modelo ficou 60 mm mais comprido e sua distância entreeixos  aumentou 15 mm. Apesar das proporções reduzidas, o conforto na parte interna é de dar inveja a muito hatch médio.

CONTINUA NA PÁGINA 2