Lexus RX 350 F-Sport 2015

IMG_7418

Por Marcus Lauria (texto e fotos)

Fonte: www.carpointnews.com.br

Não é toda hora que temos a chance de dirigir um Lexus, marca de luxo da Toyota, ainda mais aqui no Brasil. A marca que chegou ao nosso pais em 2012, está cheia de novidades e com uma vasta gama de veículos à venda. Desde um hatch médio híbrido (CT 200h) até um crossover de luxo. Além do sedã topo de linha LS460L, o sedã intermediário ES350, o SUV compacto NX 200t e o sedã médio IS250.

Para a nossa alegria, chegou para teste o crossover de luxo RX 350, cedido gentilmente pela concessionária carioca Kuruma Barra, a loja que mais vende Corolla e Hilux em todo o Estado do Rio de Janeiro. O RX 350 é sem dúvida um modelo de ótima qualidade em vários aspectos, interior aconchegante, materiais de ótima qualidade, desempenho acima da média e muita versatilidade.

Por fora, ao mesmo tempo que o visual passa a ideia de linhas conservadoras, ele exibe linhas esportivas. A dianteira exibe faróis afilados com LEDs em formato de “L” e molduras exclusivas nos faróis de neblina. Destaca-se a grade do tipo colmeia em formato de “X” com a logo da Lexus ao centro, chamado pela marca de “spindle grill” trapezoidal.

Visto de lado, as linhas sóbrias se juntam aos cortes profundos na parte inferior das portas e a linha da cintura alta. Além das rodas de liga leve de 18” pintadas de grafite com cinco raios duplos. A traseira é mais comportada, e mostra linhas conservadoras e sem muita agressividade. Com destaque para o aerofólio na cor preta.

Se por fora o RX 350 mistura esportividade com tradição, por dentro a história é outra. Logo ao entrar, é possível perceber a qualidade da construção da cabine. Na versão atual foram renovados o volante, que ganhou um novo desenho e o console central foi aprimorado, deixando o interior com mais acessibilidade. O conforto a bordo é sentido tanto pelo motorista, como pelos ocupantes. Os elogios eram constantes durante o teste, os passageiros se sentiam em um sofá, na parte traseira.

Para quem está dentro do RX 350, nada melhor do que entrar no clima, literalmente. O sistema de climatização oferece resfriamento e aquecimento rápidos. Isso acontece por que, um compressor detecta o fluxo da refrigeração para otimizar o controle do motor e a economia de combustível. Um sensor de fumaça disponível foi projetado para detectar partículas nocivas (CO, HC, NOx) das emissões de escape de outros veículos e de alternar automaticamente entre os modos de ar fresco e recirculação.

Pensando em segurança, a Lexus aproveitou para deixar o RX 350 bem equipado nesse quesito. A marca japonesa equipou o RX350 com 10 airbags, incluindo bolsas laterais tipo cortina, nas laterais dos assentos dianteiro e traseiro e para os joelhos do condutor e do passageiro da frente. Além disso, oferece um sensor de rolagem, que aciona os airbags laterais tipo cortina caso seja detectado um predeterminado limite de inclinação do veículo. Fato comum em SUVs, pelo seu centro de gravidade mais alto.

O modelo ainda é equipado com apoio de cabeça para os passageiros com sistema mecânico anti-colisão traseira. Esse equipamento limita o movimento do pescoço dos ocupantes do veículo nessa situação, reforçando a prevenção de lesões na coluna cervical. O RX350 tem ainda, faróis de xenônio com lavador e regulagem de altura, controle de tração e estabilidade.

Para dirigir o RX 350 é fácil, ainda mais com as regalias que o modelo oferece ao condutor. Ele é equipado com botão de partida sem chave SmartAccess, que pode ficar no bolso. Ao aproximar-se do veículo, as lâmpadas de cortesia internas e externas se acendem, iluminando o chão. Ao abrir a porta, a iluminação do painel de instrumentos se apaga gradualmente. Quando o motor é ligado, os ponteiros dos instrumentos de medição e as marcações se acedem, seguido pelo mostrador com informações múltiplas. Depois que o condutor sai do veículo, as luzes se apagam em intervalos diferentes. Tudo isso para deixar o dono do carro orgulhoso de seu investimento.

Com tantas regalias, não poderia faltar a coluna de direção regulável em altura e profundidade e com recolhimento automático elétrico, bancos dianteiros com aquecimento, controle de velocidade de cruzeiro, limpador de para-brisas com temporizador de velocidade, câmera de ré e sensor de estacionamento, entre outros. Enfim, uma lista bem grande de equipaments, sempre visando a comodidade de todos que tem a chance de andar no RX 350.

Para o ambiente ficar ainda mais agradável, o som do RX 350 se mostra muito atual e oferece uma acústica de qualidade com 12 alto-falantes e quatro twitters.. O sistema de som aceita diversas fontes de arquivos de música, chamado de Lexus Premium Sound System (Sistema de som Premium), são oferecidas entradas auxiliares e USB, além de conectividade Bluetooth®. Quando um iPod® estiver ligado na porta USB, informações como nome do artista, álbum e faixa podem ser exibidas na tela central (que é operada por um mouse localizado no console), ou no rádio do carro. Uma tarefa simples e fácil de ser executada por qualquer um.

Além de bonito e confortável, o Lexus RX350 também é potente. Ele vem equipado com um 6 de 3.5 litros VVT-i, que gera 277 cv de potência máxima a 6.200 rpm. Para quem não sabem o sistema VVT-i controla o tempo de abertura das válvulas de admissão, otimizando a dirigibilidade e performance.

Em conjunto está o excelente câmbio automático de seis velocidades e eletronicamente controlada com inteligência (Super ECT). Ele tem resposta rápida de mudanças de marchas com a ajuda de válvulas solenóides lineares em miniatura de alto fluxo, que controlam o fluido de transmissão. Além disso, a transmissão automática sequencial permite ao condutor mudar a marcha manualmente, primeiro movendo a alavanca para a posição “S” e, em seguida, empurrando-a para frente (+) para avançar as marchas e para trás (-) para reduzir.

Nos testes, feito em condições normais de trânsito e em estradas provou que seu propulsor é suficiente para carregar os 2.085 Kg sem pestanejar. No trânsito pesado, ele faz sua parte, acelera suavemente, e apesar do tamanho avantajado, não dá trabalho para entrar de fininho nas brechas que se forma entre os carros, os sensores estão ali para ajudar nessa parte.

Na estrada que ele mostra seu valor, afinal um crossover foi feito praticamente para levar a família para viajar. Fui até Nova Friburgo, município do Estado do Rio de Janeiro, que possui uma das maiores áreas de Mata Atlântica do Brasil. O local escolhido para fazer os testes, fica a duas horas e meia do Rio de Janeiro. Pelo caminho surgem estradas com asfalto esburacado, liso e uma parte de serra, com curvas bem acentuadas.

Em todo o trajeto, o RX 350 se comportou muito bem, tanto no asfalto mais gasto, passando pelos buracos e enfrentando lombadas sem nenhum problema. Nessa parte da viagem, não foi sentido nenhum barulho dentro do carro, o silêncio a bordo foi constante em todo o trajeto. No asfalto liso, o RX 350 foi tão bem, que nem parecia que estava na velocidade que marcava no velocímetro. Quando chegou a parte da serra, foi que me deparei com um possível problema, será que ele vai manter a trajetória, mesmo em curvas mais fechadas? Pois ele, o crossover fez seu papel como um modelo seguro, apesar de ser um carro mais alto.

Com a ajuda da suspensão bem construída, sendo na traseira, com braços triangulares superpostos, enquanto na dianteira usa uma barra estabilizadora espessa. O sistema de molas helicoidais dianteiras se comprimem em direções opostas, impedindo que os efeitos negativos de compressão da suspensão passem para a direção. Enfim, uma ótima experiência na direção do RX 350, o modelo transmite segurança em todas as situações na estrada.

E para facilitar ainda mais a dirigibilidade do RX350, ele conta com o sistema de direção é elétrico, que se ajusta automaticamente em resposta à velocidade do veículo, com maior atuação em baixas velocidades e uma maior interferência em altas velocidades. O crossover possui ainda muita tecnologia embarcada, ele traz o sistema VDIM – Vehicle Dynamics Integrated Management (Gerenciamento Integrado do Comportamento Dinâmico), que gerencia de maneira integrada os sistemas eletrônicos e de controle dinâmico do veículo, incluindo freios ABS (que também trazem distribuição eletrônica de frenagem e assistência à frenagem), o controle de tração e estabilidade e a direção assistida. Esse sistema foi projetado para antecipar o início de uma derrapagem ou deslizamento do veículo e ajudar a corrigir a situação, controlando a frenagem individualmente nas quatro rodas e as respostas do acelerador. O modelo possui ainda o Hill-Start Assist Control (HAC – Controle de ajuda de saída em ladeiras), que usa a pressão do freio para ajudar a impedir que o veículo se mova para trás na partida em aclive.

O preço inicial é de R$ 288.360 para a versão de entrada Luxury e chega a R$ 301.350 para a topo de linha F-Sport (versão avaliada). Agradecemos a oportunidade de poder avaliar o Lexus RX 350 a concessionária carioca Kuruma Barra, que fica na Avenida das Américas, 2.251. (Tels.: 3736-400), especialmente a simpática e atenciosa gerente de vendas Priscila Pupo e ao consultor de vendas da Lexus Chrsitiano Torezani pela atenção. E ao Assessor de imprensa da loja Wanilson Oliveira, pela gentileza.

CONTINUA NA PÁGINA 2