Nissan March 1.0 16V SV (Flex) 2015

IMG_8139

Por Marcus Lauria (texto e fotos)

A Nissan vem conquistando aos poucos os consumidores brasileiros, prova disso é o March. O primeiro compacto japonês vendido no Brasil, como ficou conhecido por aqui. O modelo vem atraindo cada vez mais novos compradores, tanto que as vendas da versão com motor 1.0 correspondem a 45% das vendas do New March. E com isso, a marca começa a se reerguer e conquistar mais espaço nas ruas brasileiras, situação difícil de se ver atualmente me nosso mercado, cada vez mais competitivo.

Desta vez conseguimos avaliar por um final de semana a versão intermediária com motor 1.0 do March, a SV. Vendido atualmente em quatro versões: Conforto, S (1.0 / 1.6), SV (1.0 / 1.6) e SL (1.6), O compacto da Nissan é um excelente carro para uso diário nas grandes metrópoles. O modelo é fácil de manobrar, oferece um certo conforto para os ocupantes e uma posição de dirigir agradável, enfim, é um carrinho muito equilibrado para a sua proposta.

Posicionada imediatamente abaixo do modelo topo de linha, o SL, a versão SV avaliada pelo site, já vem bem equipada e com detalhes externos no padrão da versão mais completa. Visto de frente, o modelo conta com faróis de neblina, para-choque dianteiro adornado por um friso cromado e um desenho bem agressivo, com vincos bem aparentes no capô. De lado, o compacto japonês revela as novas rodas de 15 polegadas de alumínio, com desenho bem agradável aos olhos e linhas bem discretas e lisas. Na parte traseira, ele conta com um aerofólio com break light integrado e lanternas pequenas e saltadas nas extremidades. Há quem goste bastante do design e outros nem tanto, mas no geral o New March agradou a maioria.

Por dentro, o New March SV chega bem equipado, entre os principais equipamentos, podemos destacar o sistema de som, que é um CD Player com leitor MP3 e USB, além de conectividade para iPod. Bem moderno, o sistema tem conexão via Bluetooth com o telefone celular permitindo atender chamadas telefônicas e também streaming de áudio.

Um detalhe que chama a atenção nesse segmento para o March, é o volante com teclas multifuncionais, permitindo controle do sistema de som. Além dos bancos, que tem ótimo acabamento e cores exclusivas para essa versão e por serem muito confortáveis, não cansam em viagens mais longas. Tudo isso pode ser adquirido pelo preço inicial de R$ 37.990, como opcional, existe apenas a pintura metálica por R$ 990.

O March SV conta com os seguintes itens de série: ar-condicionado, direção com assistência elétrica, computador de bordo e banco do motorista com ajuste de altura. Além de vidros dianteiros e traseiros elétricos, travas elétricas das quatro portas e do porta-malas, chave de telecomando para travamento das portas e do porta-malas e retrovisores elétricos.

Ele é empurrado por um motor de quatro cilindros 1.0 16V com 74 cavalos a 5.850 rpm (etanol e gasolina), a 13,1 Kgfm de torque máximo. O que permite ao New March acelerar de 0 a 100 Km/h em 14,48 segundos com gasolina. Depois que conhecemos e testamos os modelos equipados com motores de três cilindros, como o VW up!, fica difícil encaram um motor 1.0 de quatro cilindros. A falta de potência e de torque passam a ser incômodo no dia a dia. O propulsor de 16V deixa a desejar em vários momentos, principalmente nas arrancadas. Mas com o tempo, voltamos acostumar com a lentidão e priorizar o consumo. Esse, segundo o INMETRO, fica em 8.7 Km/l de etanol em cidade, e de 12,5 Km/l de gasolina em ciclo urbano. Na estrada o consumo passa para 10,4 Km/l de etanol e de 14,8 Km/l de gasolina.

Nossa conclusão é que o New March 1.0 SV é ideal para quem quer um carro para o dia a dia, com ótima posição de dirigir, econômico e que não se importa em andar mais rápido. Mais pensando bem, como o trânsito nas grandes metrópoles andam cada vez pior, para que pressa.

CONTINUA NA PÁGINA 2