PRIMEIRA VOLTA –Andamos em um circuito fechado com o Ford Mustang GT Premium 2018

Por Marcus Lauria (texto e fotos)

A convite da Ford estivemos no Campo de Provas da marca em Tatuí, no interior deSão Paulo, para conhecer de perto do admirado “Muscle Car” Mustang GT, duranteo evento também tivemos a oportunidade de dar umas voltinhas em uma pista deterra com a F-150 Raptor, mas nessa matéria vamos falar exclusivamente doMustang, e uma próxima oportunidade falaremos da picape.

Para quem não conhece, o Campo de Provas da Ford funciona desde 1978 com instalações completas para o desenvolvimento e teste de automóveis, utilitários e caminhões. Sua área de 4,66 milhões de metros quadrados inclui instalações administrativas, laboratórios, oficinas para a construção e montagem de protótipos, testes especiais e 50 km de pistas. Segundo a marca, lá realiza mais de 8 milhões de quilômetros de testes por ano.

Lá que realizamos nosso teste, que foi feito em uma parte da pista de asfalto, com exercícios de frenagem, aceleração e curvas. Durante o percurso pude sentir todas as sensações ao volante desse esportivo norte-americano. As acelerações bruscas, onde as costas encostam no banco do motorista, as frenagens super seguras, que prendem o carro a qualquer custo com segurança e as curvas que parecem ser feitas em trilhos, mostrando toda a capacidade de condução do Mustang.

O Mustang chegou oficialmente ao Brasil em março deste ano, após muitos anos de promessa da Ford. O “Muscle-Car” chega na versão de topo GT Premium, com novo motor V8 5.0 de 466 cv, transmissão automática de 10 velocidades com opção de trocas no volante e pacote de performance de série, por R$315.900.

Suas linhas rementem ao clássico com o capô longo esculpido e traseira curta. A carroceria mais baixa e mais larga cria um perfil “musculoso”, com frente em formato de “boca de tubarão” e grade trapezoidal. Os faróis e lanternas de nova geração LED valorizam a lendária assinatura de três barras. As rodas de 19 polegadas com acabamento preto brilhante e o aerofólio traseiro se destacam na carroceria. Na traseira chama a atenção o escapamento com quatro saídas.

Por dentro a esportividade é referência, o interior traz um ótimo acabamento, com muito couro e plástico com boa qualidade, agradável ao toque dos dedos. A cabine inspirada em aviões coloca os controles à mão do motorista, com fácil leitura de todas as informações no painel digital configurável de 12 polegadas. Os bancos esportivos de couro, com aquecimento e refrigeração, deixam o motorista e passageiro bem confortáveis e seguros. Atrás cabem só pessoas de baixa estatura ou crianças. O botão de partida e a luz de aproximação nos retrovisores com a projeção do ícone do Mustang no chão são outros detalhes exclusivos do “pony car”.

O painel digital de 12 polegadas do Mustang GT é totalmente configurável e permite selecionar várias telas de acordo com cada modo de condução, incluindo 27 opções de cores. A central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas oferece o que há de mais avançado em conectividade, com comandos de voz em português e navegação. Além de acesso ao Apple CarPlay e Android Auto, possui interface AppLink para aplicativos do celular, conexão Bluetooth e duas entradas USB com “smart charge”. Seu sistema de áudio é o Shaker Pro Premium Sound, com 390 W de potência e 12 alto-falantes, incluindo subwoofer de 8 polegadas.

De acordo com a Ford, o Mustang GT acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente. A suspensão adaptativa MagneRide usa amortecedores com fluido viscoso eletromagnético e sensores que monitoram as condições da pista 1.000 vezes por segundo. Radiador com maior capacidade e diferencial com sistema de deslizamento limitado fazem parte do pacote de performance.

Os seis modos de direção permitem ajustar rapidamente o nível de esforço da direção, a resposta de aceleração e as configurações da transmissão e do controle eletrônico de estabilidade para cada condição: Normal, Esportivo, Esportivo+, Pista, Drag e Neve/Molhado, além da seleção personalizada MyMode. O Mustang GT também vem equipado com o Track Apps, ferramenta que permite registrar vários dados de performance do veículo, como aceleração, tempo de volta, frenagem e força G. O Line Lock, que bloqueia eletronicamente as rodas dianteiras para o preaquecimento dos pneus traseiros em largadas, o famoso “burnout”, é outro recurso exclusivo para as pistas.

Suas tecnologias semiautônomas incluem piloto automático adaptativo, alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem e detecção de pedestres, assistente de frenagem de emergência e sistema de permanência em faixa com detecção de fadiga. Entre os itens de segurança, traz oito airbags (frontais, laterais, de cortina e de joelhos), freios esportivos Brembo com ABS e distribuição eletrônica de frenagem (EBD), controle eletrônico de estabilidade e tração AdvanceTrac, assistente de partida em rampa, câmera de ré, farol alto automático, sensor de chuva, sensor de estacionamento traseiro, chave programável MyKey e sensor de monitoramento individual de pressão dos pneus. Suas revisões têm preço fixo e somam R$2.880 durante os três anos de garantia. O Mustang oferece ainda uma linha exclusiva de acessórios originais, composta de faixas esportivas e outros itens, além de produtos licenciados da grife.

A Ford iniciou a venda do Mustang 2019, que continua a ser oferecido na versão de topo GT Premium, trazendo como novidades um sistema de som da Bang & Olufsen e a opção da cor azul Indianápolis, que se junta às demais disponíveis: branco Ártico, preto Astúrias, vermelho Arizona, cinza Moscou, azul Creta, prata Dublin, vermelho Vermont e laranja Daytona. As cores amarelo Silverstone, vermelho Bucareste e azul Belize, com baixa demanda, saíram do catálogo.

PRIMEIRA VOLTA

Tatuí/SP – O ronco do motor V8 5.0 de 466 cv, controlado por meio do sistema de válvula ativa do escapamento (nos modos Normal, Esportivo, Pista e Silencioso), é um dos atributos marcantes do Mustang. O design empolgante do “muscle car”, com faróis de led e rodas de 19 polegadas, é acompanhado por um interior refinado.

A suspensão adaptativa MagneRide, os freios Brembo, os sete modos de direção e o bloqueio eletrônico das rodas dianteiras para preaquecimento dos pneus traseiros em arrancadas são outros recursos do esportivo. A transmissão automática de 10 velocidades tem ótimo escalonamento e as trocas de marcha são imperceptíveis. A direção direta transmite segurança  e a empunhadura do volante é perfeita, assim como a posição de dirigir, que é muito fácil de achar. O banco de couro em concha deixam o motorista bem confortável e mesmo fazendo os exercícios de aceleração e frenagem no trajeto criado para o teste do Mustang na pista de Tatuí não cansaram em nenhum momento.

O motor V8 5.0 de 466 cv dá a sensação de que vamos “voar”, as arrancadas são bem fortes e a qualquer toque com o pé direito o propulsor parece que quer cada vez mais potência. A suspensão é firme e deixa o motorista bem confiável para contornar as curvas mais fechadas sem medo de errar, no trajeto foram criadas situações de slalon e curvas fechadas, deixando o Mustang em seu habitat natural e mostrando toda a sua capacidade esportiva.

*Viagem a convite da Ford do Brasil