Avaliação – Citroën C3 Picasso GLX manual 1.6 16V Flex 2011

Fotos: Marcus Lauria

A Citroën oferece muitas opções no segmento de monovolumes, começando com o modelo de entrada Xsara Picasso, que é vendido desde 2001, passando pelo C4 Picasso e chegando até o modelo mais luxuoso e mais caro, o C4 Grand Picasso (2008). Mas faltava um modelo diferenciado entre todas essas opções de tamanhos e acabamentos na gama da marca francesa. E pensando nisso, a Citroën começou a fabricar aqui o Aircross que foi uma adaptação ao original, vendido na Europa, o C3 Picasso, que acaba de chegar ao Brasil e foi o modelo avaliado por uma semana pelo CarPoint News, cedido pela Citroën.

Lançado em maio deste ano, o C3 Picasso é uma alternativa para quem prefere ser mais discreto no transito, existe ainda a versão “aventureira” AirCross, que foi apresentado em setembro do ano passado. O C3 Picasso é vendido nas versões GL, GLX e Exclusive. Para o teste a marca nos cedeu à versão intermediária, GLX, com câmbio manual. O novo monvolume da Citroën usa a base do C3 hatch, e tem formas assimétricas, que devem ter sido inspiradas em um cubo, assim como os faróis, que foram herdados do conceito C-Lounge, um dos destaques da parte dianteira do carro.

Por fora, suas linhas retas se juntam as arredondadas, formando um desenho bem ousado, mas não inédito nesse tipo de carroceria, que tem se tornado muito comum entre algumas montadoras ultimamente. Destaque para a linha de cintura alta e ligeiramente ascendente no sentido da traseira, assim como as lanternas traseiras verticais e a ausência do estepe fixado na tampa na tampa traseira, que deixou as linhas muito mais limpas que apesar disso, chama muita atenção por onde passa.

Por dentro, o C3 Picasso não oferece muitas novidades, comparado ao AirCross. Estão lá os mesmos comandos, volante e detalhes de acabamento que imitam aço polido por toda parte, ponto positivo para o monovolume francês, que mostra um acabamento esmerado e de boa qualidade, apesar de utilizar plástico duro em algumas partes do interior, como nas portas e no painel central. Mas mesmo com esses pequenos deslizes o C3 Picasso é bem silencioso e aconchegante, tanto para o motorista e passageiro, que tem bastante espaço para as pernas e cabeça.

CONTINUA NA PÁGINA 2

2 comments on “Avaliação – Citroën C3 Picasso GLX manual 1.6 16V Flex 2011

Deixe uma resposta