Avaliação – Honda CR-V EXL 2.0 16V 4×4 2013

Fotos: Marcus Lauria

A Honda nos cedeu um CR-V em sua versão mais completa, a EXL 4×4, para avaliação de uma semana. Como  trata-se de um carro ideal para viajar e carregar a família, – que no meu caso serviu para convidar um casal de amigos para uma viagem de 600 quilômetros de ida e volta, para uma cidade do interior de Minas Gerais  – o CR-V passou por um teste diferente, que buscou aproveitar ao máximo as suas capacidades .

Claro que os utilitários esportivos circulam muito pelas nossas cidades, é muito comum ver vários desses modelos nas ruas e nas estradas. Além de ser utilizado na estrada, com o carro cheio de bagagem e passageiros, o CR-V também teve a chance de ser avaliado no trânsito caótico do Rio de Janeiro. Enfrentamos engarrafamentos, estradas com asfalto de ótima qualidade, estradas de terra, ruas de paralelepípedos, além de sol e chuva.

Começamos o teste rodando na cidade, o CR-V 4×4 se comportou muito bem, silencioso, espaçoso e econômico, esses são um dos pontos positivos do SUV importado da Honda. Recém renovado, a marca resolveu fazer algumas melhorias para essa quarta geração. Além do visual totalmente novo, o carro ganhou um motor mais potente e pacote tecnológico que inclui itens de conforto, conveniência e segurança.

Com o novo visual, o novo CR-V passa a sensação imediata de esportividade, para quem não se liga em detalhes ou olha rapidamente para o carro, vai até pensar que nada mudou, pois manteve as linhas bem próximas da geração anterior, só que um pouco mais ousadas. De frente é possível observar as primeiras alterações, como a introdução de uma grade de barras cromadas paralelas, faróis de duplo refletor com formato espichado e vincos do capô mais acentuados. O visual esportivo ainda é reforçado pelo para-brisa com inclinação acentuada, barras de policarbonato e linha de cintura alta.

Quando visto de traseira, é impossível não compará-lo com o Volvo V60, estão lá as já tradicionais e muito copiadas ultimamente, lanternas verticais, que são recortadas e invadem as laterais, com colunas largas que restringem a visibilidade. Que nessa versão tem o auxílio da câmera de ré e o sensor de estacionamento que facilitam a manobra. Visto de lateral o CR-V exibe as belas rodas com desenho esportivo de 17 polegadas, com pneus altos e apropriados para o asfalto.

Se por fora seu desenho chama a atenção, pode dentro é bem diferente, apesar de espaçoso, o acabemento poderia ser um pouco melhor. Porém, o novo CR-V agrada logo ao entrar. O modelo avaliado tinha bancos em couro, que deixa o ambiente mais luxuoso e sofisticado. Um dos destaques é o espaço interno, que é amplo e agradável. No CR-V o motorista e os passageiros se sentem bem á vontade e não passam por nenhum aperto. Os bancos são confortáveis e contam com abas laterais, e não cansam em viagens mais longas.

A posição de dirigir é fácil de achar, graças a ajuda do ajuste de altura do banco e do volante (que ainda tem ajuste de distância). Para quem vai arás, o assoalho plano contribui para ajustar as pernas sem atrapalhar os outros passageiros. Uma curiosidade fica por conta do banco traseiro que pode ser rebatido e reclinado. O porta-malas é outro atrativo o SUV, amplo, nele cabe muitas malas.

CONTINUA NA PÁGINA 2

Deixe uma resposta